Revolução nos portos


ABTRA- 12/08/2021

Há apenas sete meses no cargo de diretor-geral da Antaq e com mandato de cinco anos, Eduardo Nery conduz agenda ambiciosa de privatização dos portos federais (concessão, para os que temem a demonização anacrônica do tema feita por setores da sociedade que se consideram donos do Estado brasileiro). Funcionário de carreira do Tribunal de Contas da União (TCU), onde atuou inclusive na área de fiscalização, Nery será o protagonista de uma revolução no setor portuário.

CNT
Fonasba
Cianam